Internet Para Todos 2020: Cadastro, Como Funciona, Como se Inscrever

Com o grande fluxo de informações relevantes que circulam pelas mídias online, ter acesso à internet é mais do que necessário para que o cidadão brasileiro fique sempre informado, e buscando aumentar o acesso à internet no país, o governo traz o Programa Internet Para Todos 2020.

Entenda o que é este programa e como ele funciona, já nos próximos tópicos deste post.

Programa Internet para todos
Programa Internet para todos

Veja tabém:

  • Confira como participar do Matrícula Fácil e inscreva seu filho na escola!
  • Veja como participar do Morar Bem 2020, programa de habitação popular estadual.

Programa Internet para Todos 2020

Desenhado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), o Programa internet para todos pretende oferecer aos cidadãos de todo território brasileiro o acesso à internet de banda larga.

O projeto está orçado em cerca de 3 bilhões de reais, valor que na sua maioria foi aplicado no fabrico e lançamento do satélite que servirá para a distribuição da internet e também para o auxílio de operações que visam o combate a criminalidade.

Para uma maior qualidade da internet de banda larga, o programa prevê instalar cerca de 200 antenas por dia de forma gratuita nas áreas sem nenhuma conexão com a internet.

Programa Internet para todos
Programa Internet para todos

Como Funciona o Programa Internet para Todos

Apesar de ser um programa financiado pelo governo, o acesso à internet de banda larga que será disponibilizado em virtude dessa iniciativa, não será gratuito, sendo que para disfrutar da internet disponibilizada pelo programa, interessado pagará uma quantia bem acessível.

Mas ressaltar que espaços públicos como hospitais e escolas, terão acesso gratuito à internet, sendo que segundo convenio firmado entre o Ministério da Saúde e o programa, mais de 15 mil pontos em hospitais e postos de saúde terão acesso gratuito à internet.

Leia mais sobre programas de atendimento social:

Quem tem direito

Quem tem DireitoPelo fato deste programa visar a inclusão digital de populações com poucas condições financeiras ou que vivem numa região sem provedor de internet.

Não existe nenhum critério de seleção para aderir ao mesmo, sendo que todo o cidadão brasileiro tem o direito de desfrutar da internet disponibilizada pela iniciativa Internet para Todos.

Como Se Inscrever

Para que o cidadão possa se inscrever no Internet para Todos é necessário que o seu município tenha assinado um convenio com o governo federal, pois sem a assinatura do termo de adesão as antenas que dão acesso à internet por meio desse programa não serão instaladas no município.

Valendo lembrar que mesmo os municípios que não constam na lista de inclusão do Internet para todos, também podem aderir ao programa, bastando apenas que o perfeito preencha e envie o oficio ao departamento de inclusão Digital do MCTIC.

Nos municípios que já aderirão ao programa, é necessário que o cidadão preste atenção as notícias locais, de modo que ele fique por dentro do processo que deverá ser seguido para a adesão de um plano de internet no programa Internet para Todos.

Dúvidas sobre o conversor digital bolsa família

Milhares de brasileiros beneficiados com o programa Conversor Digital Bolsa Família possuem ainda dúvidas sobre o conversor digital bolsa família e de como solicitar e retirar o Kit Gratuito concedido a os contribuintes do maior programa de inclusão de renda do país.

Conversor Digital
Conversor Digital

Em todo o mundo já começou a ser desligado o sinal analógico, estima-se que até 2018 todo o sinal analógico tenha sido banido, onde a transmissão agora será feita apenas pelo o sinal digital.

O Governo Federal com o intuito de ampliar o acesso das famílias carentes, concedeu a todos os participantes do programa bolsa família um conversor digital gratuito.

As dúvidas sobre o conversor digital bolsa família, de diversos contemplados com o KIT Digital é de como retirar e solicitar o conversor digital.

Dúvidas sobre o conversor digital bolsa família a seguir:

Dúvidas sobre o conversor digital bolsa família
Dúvidas sobre o conversor digital bolsa família
  1. O que tem no KIT gratuito do programa bolsa família?

Os kits gratuitos de TV Digital estão sendo distribuídos aos respectivos contemplados em pacote, onde em cada pacote contém uma antena UHF, um controle remoto e um conversor digital que deve ser instalado na sua TV, lembrando que o Governo concederá apenas o KIT, a instalação é por conta do beneficiário.

  1. Como saber se eu possuo direito ao KIT?

Através do programa bolsa família, só serão contemplados as famílias de baixa renda, é preciso ficar bem claro que o sinal digital é gratuito. Nas televisões mais novas, esse conversor vem integrado, nas mais antigas precisa fazer a instalação deste dispositivo, como as famílias contempladas possuem condições precárias de sustento, o Governo Federal para dar acesso a todos está distribuindo a essas famílias o conversor gratuitamente.

  1. Desempregados, tem direito ao KIT?

Sim, porém somente aqueles que estão cadastrados nos programas sociais do Governo Federal.

  1. Pessoas aposentadas, também recebem o Kit Digital?

Sim, todos os aposentados com baixa renda, podem receber o KIT digital de graça, porém essas pessoas precisam estar cadastradas no CadÚnico.

  1. Como realizar a solicitação de cadastro pela a internet?

Para realizar o cadastro de solicitação do kit digital basta acessar www.sejadigital.com.br e preencher todos os dados pessoais solicitados, os dados devem ser do responsável familiar cadastrado no programa. O sistema automaticamente fará um busca, seu nome estando na relação, prossiga o preenchimento do formulário e pronto. Realize o agendamento da retirada do seu kit, é necessário que você informe o número do seu telefone celular. O portal Seja Digital enviará códigos de atualização do seu pedido por SMS, que deve ser acompanhado, até o dia da retirada do seu KIT digital.

  1. Campo obrigatório mobilizador, o que escrever?

Os campos mobilizadores do portal Seja Digital são os principais voluntários do programa, ou seja, aqueles que ajudam no processo de transição do sinal analógico para digital, neste campo o contribuinte deve incluir o nome do voluntário que o ajudou na instalação.

  1. Ao finalizar o cadastro online, não apareceu onde retirar o kit digital, o que devo fazer?

O portal digital enviará uma carta para cada beneficiário, informando que o agendamento da retirada do conversor foi realizado com sucesso, porém caso não seja enviada nenhuma confirmação, existe a possibilidade de realizar a consulta online através do número do seu NIS ou CPF.

Como consultar Bolsa Família se foi aprovado

Consulta Bolsa Família se foi aprovado – O Bolsa família é um dos programas sociais que beneficia muitas famílias em situação de extrema pobreza no Brasil, para participar é necessário realizar o cadastramento no programa.

Ao se cadastrar o mesmo passa por uma avaliação, onde é analisado seus dados cadastrais, sendo aprovado a família beneficiada passa a receber mensalmente esse deposito. Muitas pessoas não sabem, mas é extremamente importante conferir o resultado do programa bolsa família, isso antes de receber o seu cartão.

Consulta Bolsa Família se Foi Aprovado
Consulta Bolsa Família se Foi Aprovado

VEJA AGORA!!!

Confira o Calendário do Auxílio Emergencial para quem recebe Bolsa Família

Como consultar se o Bolsa Família foi aprovado pela Internet:

  1. Para realizar a consulta basta acessar https://www.beneficiossociais.caixa.gov.br/consulta/beneficio/04.01.00-00_00.asp.
  2. Opte consultar benefício por família;
  3. Informe o número do seu NIS;
  4. Confira o nome completo do titular, e em seguida clique em consultar status.
    Consulta Caixa se Bolsa Família foi Aprovado
    Consulta Caixa se Bolsa Família foi Aprovado
  5. Se constar a informação de benefício liberado, o mesmo vai ser depositado mensalmente na sua conta, ser for reprovado, você terá que recorrer a solicitação do seu benefício novamente.
  6. Caso esteja bloqueado ou suspenso, consta que o seu benefício deixou de ser depositado, para tentar reverter essa situação procure a ajuda do CRAS ou um posto de atendimento do programa e verifique o motivo que o seu benefício foi suspenso ou bloqueado.

O bolsa família é um programa do Governo Federal que atende milhares de famílias brasileiras em todo o Brasil, o valor pago ajuda milhares de famílias a se sustentar, ampliando e possibilitando o acesso dessas pessoas a educação, saúde e desenvolvimento social.

Ao ser concedido o benefício as crianças e adolescentes recebem acompanhamento e caso a família venha a não cumprir algum requisito do programa, o benefício e suspenso.

O programa bolsa família hoje atende e ajuda milhares de família do mundo inteiro a garantir o sustento.


Como consultar se o Bolsa Família foi aprovado pela Internet:

Você também pode ligar gratuitamente para o número 0800 707 2003 para saber se o seu benefício foi aprovado. A ligação pode ser feita tanto de celular quanto de telefone fixo, de qualquer lugar do Brasil.


Quem tem direito ao Bolsa Família?

Tem direito a participar do programa famílias em condição de extrema pobreza, a inscrição é realizada na central de atendimento, onde um representante familiar deve comparecer com todos os documentos. O bolsa família foi criado em 2003 pelo o Governo Lula, para atender a necessidade de milhares de famílias brasileiras que vivem em condições de extrema pobreza.

Para receber o bolsa necessário:

  • Ter média salarial de até R$ 177,00 por pessoa;
  • Crianças e jovens até 17 anos precisam estar matriculados e frequentando a escola;
  • É necessário, sempre que solicitado, renovar o cadastro do programa.
Quem tem direito ao Bolsa Família
Quem tem direito

Através do programa mensalmente é depositado um valor que ajuda no sustento familiar, o bolsa família ajuda a combater as condições de severa pobreza que milhares de famílias em todo o mundo ainda vivem.


Requisitos do Bolsa família

O programa bolsa família visa beneficiar milhares de famílias que vivem em condição de extrema pobreza aqui no Brasil.

Para participar é preciso atender os seguintes requisitos:

  • Crianças e adolescentes com até 15 anos precisam ter pelo menos 85% de frequência escolar, jovens de 16 a 17 anos deve ter no mínimo 75% de frequência;
  • As carteiras de vacinação das crianças devem estar em dia;
  • Crianças com idade igual a 7 anos devem ser acompanhadas por um médico, pois estão em fase de desenvolvimento e crescimento;
  • Crianças com idade de 15 anos que vivem em condições de risco devem ter no mínimo 85% de frequência.

CRAS: Centro de Referência da Assistência Social

Criado pelo governo brasileiro, o CRAS 2021 vem para reforçar o apoio fornecido as famílias brasileiras de baixa renda pelos benefícios sociais também providenciados pelo governo.

É justamente por conta do apoio que o CRAS fornece ao cidadão brasileiro, que é importante saber o que ele realmente é e para que serve, bem como conhecer os meios que existem para alcançá-lo.

CRAS Centro de Referência de Assistência Social
CRAS Centro de Referência de Assistência Social

O que é CRAS

O Centro de Referência de Assistência Social, ou simplesmente CRAS, é uma ferramenta ou unidade de proteção social básica sob tutela do Sistema Único de Assistência Social.

O público alvo deste centro são as famílias brasileiras abrangidas por um dos benefícios da assistência social, como é o caso do Benefício de Prestação continuada, o Bolsa Família, entre outros.

Além de abranger famílias que gozam de benefícios da assistência social, em geral, o CRA fornece apoio a famílias que se encontram numa situação que denote vulnerabilidade em razão do enfraquecimento dos vínculos familiares ou com a comunidade.

Veja mais:


Pra que Serve o CRAS?

O principal objetivo do Centro de Referência de Assistência Social é incentivar nas famílias a prevenção de situações que originem cenários de vulnerabilidade e violência.

Com vista a garantir esse objetivo, CRAS 2021 conta com diversificados serviços, sendo que cada um deles foca num segmento e problema especifico da sociedade – confira esses serviços, logo abaixo:

  • Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família (PAIF) – é desenvolvido em grupos e pretende a prevenção da violência e situações de vulnerabilidade;
  • Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos – Pretende fortificar o vínculo entre as pessoas, buscando o desenvolvimento de ações que evitem situações de vulnerabilidade e violência;
  • Serviço no domicilio – é providenciado para pessoas com deficiência ou idosos, ou seja, indivíduos que não conseguem buscar os centros de atendimento do CRAS.

Além desses serviços, também são fornecidos outros que variam de acordo com as necessidades da família e da situação enfrentada, sendo que todos eles buscam prevenir a violência e o desprendimento do vínculo entre as pessoas.

CRAS SP
CRAS SP

 


CRAS Bolsa Família

As unidades de atendimento do CRAS 2021 também podem ser usadas como suporte para os beneficiados do Bolsa Família 2021, visto que as famílias participantes neste benefício são um dos alvos do CRAS.

CRAS Bolsa Família


Concurso Público do CRAS

Como já sabemos o CRAS é um órgão público, sendo assim, o concurso público do órgão se torna muito importante para diversas pessoas, pois sendo um funcionário público, você conseguirá ter estabilidade financeira e profissional.

Para ser aprovado no concurso é preciso muito estudo, pois o mesmo é extremamente concorrido. Para que você saiba o que estudar é preciso conferir o edital do CRAS.

A inscrição no concurso público é realizada através do site do CRAS e para que a mesma seja efetivada você deverá realizar o pagamento da taxa de inscrição. Não perca tempo, estude e participe!

Concurso Público


Número de Telefone e Endereço do CRAS 2021

Os postos de atendimento do Centro de Referência de Assistência Social encontram-se distribuídos em todas as cidades brasileiras, sendo assim, o interessado poderá sem problema nenhum encontrar uma unidade do CRAS 2021 na sua região.

No estado de São Paulo, por exemplo, é possível encontrar as seguintes unidades de atendimento por cada cidade:

CLIQUE AQUI para consultar o CRAS mais próximo da sua casa

Como se Cadastrar no Bolsa Família

O Governo Brasileiro possui diversos programas de apoio à famílias carentes. Um desses programas é o famoso Programa Bolsa Família. O benefício consiste na transferência direta de renda que ajuda as famílias que se encontram em situação de pobreza e/ou extrema pobreza. É considerado caso de pobreza quando a renda familiar per capita é inferior ou igual a R$ 177,00 mensais. Muitos cidadãos, porém, não sabem como se cadastrar no Bolsa família. Por isso preparamos esse tutorial completo abaixo.

Por isso, decidimos trazer um artigo super completo para esclarecer todas as suas dúvidas sobre como fazer a inscrição para o Bolsa Família.

Fique por aí e confira já a seguir todas essas informações.


Como se cadastrar no bolsa família – Passo a Passo

Passo 1 – Inscrição no CadÚnico

Casdtro Cadúnico

O primeiro passo para obter o benefício é estar, obrigatoriamente, cadastrado no Cadastro Único dos Programas Sociais.

Como se cadastrar no CadÚnico:

  • Reúna os documentos necessários para realizar o cadastro – seus e dos membros do grupo familiar:
    • Certidão de nascimento;
    • Certidão de casamento (se aplicável);
    • Cópias dos CPFs
    • Cópias de documentos de identidade (RG ou CNH);
    • Carteira de trabalho (será usada para comprovação de renda);
    • Título de eleitor;
  • Dirija-se ao CRAS mais próximo para realizar o cadastro – você pode consultar o endereço nesse link;
  • Para realizar o cadastro, você será atendido e entrevistado por assistentes sociais. Eles irão fazer perguntas como “se você possui emprego formal” ou se “faz algum bico”. É importante responder a essas perguntas com sinceridade para evitar possíveis implicações legais do perjúrio.
  • Caso o assistente social solicite algum documento adicional será necessário procurar e entregar para completar seu cadastro.

Passo 2 – Inscrição no Bolsa Família

Depois de já estar incluído no CadÚnico é só solicitar, ainda no CRAS, o cadastramento no programa Bolsa Família.

Fique atento: O cadastro único é usado para vários programas sociais, não só para o bolsa família. Por isso, certifique-se de, quando se cadastrar no Cadúnico, também solicitar o cadastro no Programa Bolsa Família.

Cadastro Bolsa FamíliaEssa etapa é bem similar à anterior, com entrevista do assistente social. A inclusão no programa BF pode ser feita, inclusive na mesma visita ao CRAS. Porém, para solicitar o cadatro no auxílio, serão exigidos alguns documentos adicionais, como:

  • Para os demais membros da família: qualquer documento de identificação, como por exemplo a carteira de identidade, o CPF, o título de eleitor, a certidão de casamento ou de nascimento e/ou a carteira de trabalho. Por via das dúvidas, nós te aconselhamos a levar todos os documentos pessoais.
  • Documentos que comprovem a renda familiar: no caso os valores devem comprovar que a família vive com renda de até R$ 177,00 mensal e necessita do benefício.
  • Cartão de vacinação, para crianças entre 0 e 7 anos de idade, com as vacinas em dia;
  • Certificado de matrícula escolar: para crianças e jovens entre 6 e 17 anos de idade;
  • Certificado de frequência escolar: para criança entre 0 e 15 anos de idade, comprovando frequência superior a 85%, e para jovens entre 16 e 17 anos de idade, comprovando frequência superior a 15%.

Com todos esses documentos em mão é só pedir ao funcionário para efetuar o cadastro no programa.

Passo 3 – Fase de seleção

Seleção Bolsa FamíliaApós fazer a inscrição, os gestores do MDS vão analisar os documentos, para saber se você tem ou não direito a receber o benefício.

Durante esse período, o beneficiário pode consultar se o benefício foi aprovado – através desse link.

  • Se seu benefício for APROVADO: seu cartão poderá ser enviado direito para sua casa, ou para o CRAS, necessitando sua retirada. Após enviado, pode levar até 30 dias para você receber o documento.
  • Se se benefício for NEGADO: Você não receberá o cartão do benefício. Você pode ir ao CRAS e perguntar ao gestor do CADÚNICO qual o motivo da recusa. Se o problema for no cadastro ou na falta de algum documento, você poderá solicitar novamente a sua inclusão.

Passo 4 – Desbloquear seu cartão

Desbloquear o Bolsa FamíliaDepois de receber o seu cartão, esta na hora de desbloquear o cartão para sacar o benefício. O procedimento, portanto, deve ser feito em uma agência da Caixa Econômica Federal.

Você precisará fazer o cadastro de uma senha para sacar seu benefício. Porém, essa senha não é a mesma senha de sua conta na Caixa (se você tiver), nem sua senha da internet (para conferir saldo de benefícios). Trata-se de uma senha numérica de 6 dígitos. É importante memorizar ou anotar, para poder sacar seu benefício.

Para desbloquear seu benefício, será necessário apresentar os seguintes documentos no atendimento da Caixa:

  • Documento de identidade com foto (RG, CNH ou CTPS);
  • Seu cartão do Bolsa Família.
Ainda ficou com dúvidas? então confira abaixo como funciona o Cadastro Único e como realizar a inscrição no Cadúnico e no programa Bolsa Família:


Qual o valor do Bolsa Família 2018?

O valor pago pelo programa Bolsa Família varia de acordo com a composição do grupo familiar. O valor é diretamente proporcional ao número de dependentes cadastrados. Confira abaixo como é calculado o seu benefício:

Valor do Bolsa Família
Valor do Bolsa Família

Os valores do Bolsa Família 2020 são compostos da seguinte forma:

  • Auxílio Variável – R$ 41,00 por pessoa cadastrada – cada grupo familiar poderá cadastrar até 5 pessoas. É aceito o cadastro de crianças entre 0 e 15 anos de idade, e de gestantes, desde que cumpridos os requisitos do MDS;
  • Auxílio Variável ao Jovem – R$ 48,00 por jovem cadastrado – cada grupo familiar poderá cadastrar até 2 jovens. É aceito o cadastro de jovens entre 16 e 17 anos de idade;
  • Auxílio para superação da Extrema Pobreza – De R$ 0,01 a R$ 89,00 por grupo familiar – Grupos familiares cuja renda seja inferior a R$ 89,00 mensais poderão solicitar o auxílio adicional, que pode chegar a R$ 89,00.

Para receber o valor máximo do benefício (R$ 390,00), portanto, é necessário ter a composição do grupo familiar de: 2 Jovens (entre 16 e 17 anos de idade), 5 dependentes (crianças entre 0 a 15 anos de idade ou gestante), e ter renda familiar média inferior a R$ 89,00 ao mês.

Vale lembrar que os valores considerados pelo MDS não são apenas nos valores registrados (na carteira assinada, por exemplo). Os assistentes sociais também levam em consideração caso o beneficiário declare que ganhe dinheiro de forma informar, com bicos, por exemplo. Isso leva muitos candidatos a omitirem essa informação, pois caso perca essa renda, é impossível provar posteriormente que o grupo familiar não possui mais fonte de renda.


Quem tem Direito ao Bolsa Família?

Para receber o Bolsa Família 2020, a família cadastrada precisa se enquadrar nos seguintes requisitos exigidos pelo Ministério do Desenvolvimento Social:

Quem tem direito ao Bolsa Família
Quem tem direito
  1. Necessário primeiramente se cadastrar no CadÚnico da sua cidade;
  2. É necessário ter renda familiar média e até R$ 177,00 por pessoa para poder receber o beneficio;
  3. Caso haja crianças de 0 a 7 anos de idade cadastradas, será necessário manter em dia a carteirinha de vacinação;
  4. Caso haja gestantes, manter em dia o acompanhamento do pré-natal pelo SUS;
  5. Mulheres entre 14 e 44 anos precisa faze o acompanhamento de saúde pelo SUS;
  6.  Manter a frequência escolar superior a 85% para crianças entre 6 e 15 anos de idade e superior a 75% para jovens entre 16 e 17 anos de idade.

Como é feita a seleção para inscrição bolsa família

Claro que não são todos os inscritos que recebem o benefício, é feita uma seleção prévia.

As famílias são selecionadas de forma automatizada, quais serão incluídas no programa. A preferência é única e exclusivamente feita para as famílias com menor renda apresentada.


O Cartão Bolsa Família

Muitas pessoas têm dúvidas de como irão receber o tal benefício.

O pagamento das parcelas é feito através de um cartão, o cartão Bolsa Família, que é emitido automaticamente, a partir do ingresso da família no programa.

Esse cartão é, normalmente, enviado por correio ou então retirado pessoalmente nas agências da CAIXA. Após o recebimento do cartão o beneficiário deve se dirigir ao banco ou a uma lotérica e fazer o cadastramento de uma senha para conseguir sacar o montante do programa todos os meses.


Extrato Bolsa Família – Como consultar

A forma mais simples de consultar o extrato do seu benefício é através do Aplicativo Bolsa Família. Basta baixar o aplicativo no seu celular gratuitamente pela loja de aplicativos do celular. Ao acessar o aplicativo, informe o Número do NIS do seu benefício – o número impresso no cartão do Bolsa Família.


Como sacar o Bolsa Família

Para sacar o Bolsa Família, é necessário se dirigir a um dos seguintes postos de atendimento e solicitar o saque do benefício:

  • Agências da Caixa Econômica Federal;
  • Postos de atendimento Caixa Aqui;
  • Casas lotéricas;
  • Terminais de auto-atendimento da Caixa Econômica Federal.

Para sacar o seu benefício, basta ter em mãos o seu cartão do bolsa família. o cartão precisa já ter sido desbloqueado em uma agência da Caixa Econômica Federal.

Lista Bolsa Família 2019: Beneficiários por Município

programa bolsa família é um dos sucessos de transferência de renda que visa combate os impactos da pobreza no Brasil. O benefício pago mensalmente pelo o MDS (Ministério do Desenvolvimento Social) junto à Caixa Econômica Federal. Confira a seguir sobre a lista Bolsa Família.

Lista Bolsa Família 2019

Como Consultar Lista de Beneficiários por Município

Confira a seguir como realizar a consulta pública através da Caixa Econômica Federal:

Consulta Pública do Bolsa Família 2020
Consulta Pública

 

Consulta Caixa Bolsa Família – Veja as famílias beneficiadas

  • Acesse beneficiossociais.caixa.gov.br;
  • Selecione em seguida o estado ou DF;
  • Selecione o município;
  • Em seguida selecione o mês que deseja consultar, e pronto! “Clique em consultar”;
  • Vai aparecer o número de famílias beneficiadas com o programa, clique em download, será disponibilizado uma lista com os nomes do responsável e membros familiares cadastrados no programa, com informações sobre o benefício e ser o mesmo foi aprovado ou não.

Outra maneira de realizar a consulta da lista bolsa família por município é pelo o portal do desenvolvimento, confira a seguir:

  • Acesse portaltransparencia.gov.br;
  • Logo na página inicial clique na opção “consultas temáticas”;
  • Selecione o ano em exercício e em seguida clique em consultar;
  • Escolha o estado e município;
  • Ao clicar no nome das famílias aparecerão os benefícios pagos mensalmente;
  • Quem tiver o nome do responsável familiar, pode realizar outro tipo de consulta, logo na página inicial você pode clicar na opção transferência de recursos;
  • Basta selecionar o ano em exercício;
  • Marque a opção por favorecido, e em seguida selecione a opção pessoas físicas, clique na opção consultar;
  • Basta clicar no nome da pessoa, aparecer os valores que a família recebe mensalmente.

Como funciona Bolsa Família

O programa bolsa família foi criado para beneficiar milhares de famílias que vivem em situação de extrema carência, o benefício é concedido de acordo com a composição familiar, as famílias aptas a receber o benefício são aquelas que recebem mensalmente até R$ 177,00 de renda per capita por pessoa.

Como participar

Para participar do programa é necessário se cadastrar no MDS junto a prefeitura de sua cidade, seguindo as orientações dadas no local, sendo assim, todos os seus dados serão analisados, sendo aprovado você tem direito a receber a bolsa do programa.

Uma vez cadastrada no programa, mensalmente as famílias recebem um valor que ajuda no sustento e dá acesso a saúde e a educação, o saque do benefício e feito através de um cartão magnético todos os meses.

É importante realizar o recadastramento do seu benefício a cada dois anos, no ministério do desenvolvimento social, para que não ocorra o cancelamento do seu benefício, mantenha o seu cadastro atualizado.

Como é feito o pagamento

O pagamento do bolsa família é realizado de acordo com o calendário que e estipulado pelo o Governo Federal, as datas de pagamento do benefício são organizadas de acordo com a numeração final do Número do NIS (Número de Inscrição Social).

Você pode acompanhar o andamento do seu benefício, através do aplicativo do programa bolsa família, o mesmo é disponibilizado pela a Caixa Econômica Federal e pode ser utilizado por diversos smartphones disponibilizado no mercado, seja IOS, android ou Windows Phone.

Sendo assim, apenas com acesso à internet, você consegue verificar o saldo do seu benefício sem precisar se deslocar a uma agencia.

Consulta RG Online

Consulta RG Online – A identidade, Registro Geral ou simplesmente RG é um dos documentos pessoais mais importantes que todo mundo precisa ter e cuidar bem. Em diversas ocasiões ele é solicitado: para preencher algum tipo de formulário, realizar alguma consulta, fazer algum cadastro ou apresentar a um guichê de atendimento ou então apresenta-lo a um auxiliar de viagem, para o devido embarque imediato.

Por ora, o RG é um documento utilizado tanto por brasileiros natos, como estrangeiros que passaram pelo processo de naturalização. Hoje, com os diversos avanços tecnológicos, ficou mais fácil consultar o seu RG pela internet através do portal do CNIS, que é o Cadastro Nacional de Informações Sociais. Veja como realizar a consulta no próximo item.

Consulta RG Online
Consulta RG Online


Consulta RG Online – Como Consultar

Algumas pessoas, por praticidade ou questão de segurança, preferem decorar o número do seu RG, para evitar de carrega-lo consigo aos mais diversos lugares e acabar perdendo o documento.

Há outros que fazem uma cópia do RG, para transportar no bolso, bolsa, mochila ou mesmo carteira. Ainda que essas estratégias possam ajudar a preservar a aparência do documento original e evitar qualquer tipo de problema ou dano, pode acontecer que em algum momento inesperado seja necessário contar com o RG e não o ter a mão.

Em situações inesperadas assim, é preciso ter um plano B, mas e quem não tem, como fazer para ter acesso integral ao documento sem que o mesmo esteja disponível a você? É só fazer a consulta do RG online que funciona da seguinte maneira:

  • Acesse o site do CNIS clicando aqui: (https://cnisnet.inss.gov.br/cnisinternet/faces/pages/perfil.xhtml#);
  • Clique na primeira opção “Cidadão”;
  • Na nova página, procure no menu superior a opção “Inscrição” e clique sobre ela (geralmente aparece como a primeira da esquerda para a direita);
  • Clique em “Filiado”;
  • Agora, preencha o formulário com os seus dados pessoais:
    • Nome completo;
    • Nome da Mãe (para economizar tempo, clique na caixa “Ignorado”);
    • Data de nascimento (no formato XX/XX/XXXX);
    • CPF;
    • Texto da Imagem (apresentada de forma aleatória na tela);
  • Em seguida, clique em “Continuar”.

Consulta RG Online
Consulta RG Online

Após preencher todos os dados, o sistema te redirecionará a uma nova página com os seus dados pessoais, é só copiá-los ou imprimi-los.


Quais Documentos são Necessários?

Além dos dados pessoais básicos que te apresentei anteriormente, várias outras informações são solicitadas pelo sistema como forma de assegurar a veracidade e proteção do usuário, além de lhe fornecer os dados corretos.

Documentos

Para quem deseja fazer uma consulta completa no portal do CNIS, precisa utilizar o CPF e mais algum dos documentos pessoais válidos que listei abaixo:

  • Número da CNH (Carteira Nacional de Habilitação);
  • Número do Passaporte;
  • Número da Certidão de Nascimento ou Número da Certidão de Casamento;
  • Número do Título de Eleitor;
  • Número da Carteira de Marítimo;
  • Número do PIS (Programa de Integração Social).

Como Consultar pelo CPF

O CPF, juntamente com o RG, é um documento pessoal muito importante que é requisitado na maioria das situações. Em alguns casos, o CPF pode ser utilizado sozinho sem precisar necessariamente do número do RG.

E, talvez você não saiba, mas através do CPF é possível realizar a consulta e descobrir o número do seu RG. Não sabe como fazê-lo? É simples e vou te mostrar agora.

Ao acessar o portal do CNIS (como te mostrei anteriormente), você poderá perceber que o sistema solicita alguns dados pessoais e o primeiro documento exigido para a consulta é exatamente o CPF, o qual é colocado em um campo obrigatório de preenchimento.

Ou seja, sem informar os dados corretamente, o sistema não dará continuidade a sua pesquisa, como forma de proteger os dados pessoais solicitados contra qualquer tentativa maliciosa.

Consulta RG Online pelo CPF
Consulta RG Online pelo CPF

Desta forma, de posse do número do seu CPF você deverá realizar o passo a passo que te expliquei no tópico anterior com uma diferença: na hora em que for solicitado algum serviço de agendamento é só cancelar, caso não tenha interesse.

Com o auxílio do seu CPF é fácil encontrar o número do seu RG em diversos sistemas e programas que tenha cadastrado os seus documentos como, por exemplo, contratos, matrículas e documentos diversos.

Guarde bem os seus documentos e sempre que precisar é só seguir as dicas deste post. Gostou? Então deixe a sua curtida.

Consulta Saldo FGTS / Extrato FGTS

Atualmente, com a digitalização dos serviços, não é necessário ir até uma agência da Caixa Econômica Federal para realizar a consulta saldo FGTS ou emitir o extrato do benefício. Tudo isso é possível está disponível em poucos cliques no site oficial da Caixa. No entanto, embora seja um procedimento simples, muitos não sabem como realizar essa consulta ao saldo. Por isso, abaixo abordaremos o passo-a-passo da consulta.

Consulta Saldo FGTS
Consulta Saldo FGTS

Consulta Saldo FGTS / Extrato FGTS

  1. Inicialmente, acesse a área de Serviços Sociais da Caixa Econômica Federal pelo seguinte endereço eletrônico: https://servicossociais.caixa.gov.br/internet.do?segmento=CIDADAO01&produto=FGTS.
  2. Na página, preencha a sequência numérica do PIS/PASEP e, posteriormente, a senha internet.
  3. Clique em “Não sou um robô”
  4. Por fim, clique em “ok”. Caso todos os dados estejam corretos, o beneficiário será redirecionado para plataforma de consulta ao FGTS.

Documentos Necessários

Para realizar a consulta Saldo FGTS é necessário que você tenha consigo documentos de identificação, como:

  • Documento de identidade com foto – RG, CNH ou Carteira de Trabalho;
  • CTPS ou Cartão Cidadão.

Quem tem direito ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço

Para ter direito ao FGTS, o trabalhador deve se encaixar nos seguintes casos:

  • Término do contrato de trabalho por período determinado;
  • Falecimento do trabalhador;
  • Rescisão do contrato por culpa recíproca ou força maior;
  • 70 anos de idade ou mais;
  • Aposentadoria;
  • Demissão por iniciativa do vínculo empregatício sem justa causa;
  • Rescisão do contrato por extinção da empresa, supressão de parte de suas atividades, falecimento do empregador individual, ou fechamento de estabelecimentos;
  • Obtenção de casa própria, liquidação ou amortização das prestações de financiamento habitacional.

O trabalhador ou dependente também pode solicitar o saque do FGTS em casos de:

  • Portador de HIV
  • Acometido de neoplasia maligna
  • Estágio terminal derivado de doença grave.

Como Realizar a Consulta Saldo FGTS pelo CPF

O beneficiário também possui a opção de consultar o FGTS pelo número do Cadastro de Pessoa Física (CPF). Esta modalidade é permitida somente por telefone. O procedimento de consulta consiste nos seguintes passos:

  1. Ligue para central de atendimento da Caixa Econômica Federal, que atende pelo número 0800 726 0101.
  2. Ouça as instruções fornecidas pela gravação.
  3. Informe a sequência numérica do CPF corretamente, sem espaço, ponto ou hífen.
  4. Espere o sistema consultar as informações a respeito do saldo do FGTS.
  5. Anote as informações essenciais em um pedaço de papel.

Certidão FGTS

Além do cartão da Caixa, o beneficiário do FGTS também pode realizar a consulta por meio do cartão do cidadão. Além disso, o saque do saldo presente em contas ativas ou inativas do FGTS é facilitado. Para realizar a consulta por meio do cartão do Cidadão é necessário seguir os passos abaixo:

  1. Dirija-se até uma agência da Caixa Econômica Federal mais próxima da sua residência;
  2. Insira o cartão no terminal eletrônico;
  3. Informe a senha do cartão do cidadão;
  4. Selecione a opção “Emitir Extrato”;
  5. O terminal eletrônico irá emitir o extrato FGTS com o saldo da conta. Mas se preferir pode consultar o saldo na própria plataforma do terminal, sem a necessidade de impressão.

Quem Tem Carteira Assinada pode Receber Bolsa Família?

Muitas pessoas se perguntam se quem tem carteira assinada pode receber Bolsa Família. Para responder suas dúvidas, e saber se você ou alguém que conheça que trabalha de carteira assinada está dentro dos critérios, leia mais abaixo:

Quem Tem Carteira Assinada pode Receber Bolsa Família
Quem Tem Carteira Assinada pode Receber Bolsa Família


Quem Tem Carteira Assinada pode Receber Bolsa Família?

Sim. Quem tem carteira assinada pode receber Bolsa Família. Mas mesmo sendo possível, é muito difícil que você receba pelo fato de que para ter direito ao recebimento a família deve estar em situação de pobreza ou extrema pobreza.

Normalmente, quando um membro do grupo familiar começa a trabalhar, a família perde os critérios que a levavam receber o benefício, e o mesmo é cancelado depois de algum tempo.

Confira as datas de pagamento do seu abono salarial

 

No entanto, os casos devem ser analisados separadamente e deve-se seguir a regra de permanência no programa que é a seguinte: “Quando a renda por pessoa de um membro da família se eleva até meio salário mínimo mensal, os grupos familiares tem o direito de permanecer recebendo o benefícios por mais dois anos, desde que realizem a atualização dos dados no Cadastro Único”.

A grande maioria das pessoas conseguem um emprego e não realizam a atualização dos dados, sendo assim, o benefício é cancelado, pois a regra do Bolsa Família é que quando há modificações, as mesmas devem ser informadas, sendo obrigatório a atualização.


Quem tem Direito ao Bolsa Família

Para ter direito de receber o Bolsa Família é preciso que seu grupo familiar esteja em situação de pobreza ou de extrema pobreza. As quais devem se enquadras nas seguintes categorias:

  • Situação de Pobreza: são os grupos familiares que tem renda per capita de R$ 89,01 a R$ 177,00. Nessa situação, apenas as pessoas com idade de 0 a 17 anos e gestantes da composição familiar terão direito ao benefício;
  • Situação de Extrema Pobreza: são os grupos familiares que tem renda per capita de R$ 89,00. Nessa situação, todas as pessoas que estiverem enquadrados nesse caso tem direito de receber pelo menos um benefício.

Quem tem direito ao Bolsa Família
Quem tem direito

Em todas as situações, é preciso ser integrado ao Cadastro Único e esperar o Cartão Bolsa Família chegar a sua residência.


Qual a Renda para Receber o Bolsa Família?

O programa Bolsa Família beneficia mais de 3 milhões de família em todo o país, o mesmo foi criado para o combate à pobreza no Brasil. Além do valor em dinheiro, as famílias beneficiadas recebem acompanhamento da educação e da saúde dos filhos.

A grande dúvida das pessoas ainda é em relação a quem tem direito de receber o benefício e qual a renda limite para que se possa receber o mesmo. O Bolsa Família impõe regras de renda mínima para que as famílias possam ter direito aos benefícios.

De acordo com os critérios do programa, para determinar se o cidadão tem direito ou não a receber o benefício conforme o limite de salário, é realizado um cálculo da soma da renda de todo o grupo familiar e feita a divisão pela quantidade de membros que a família possui. Ou seja, o salário de cada membro é somado (por exemplo: 10 pessoas) e o total dividido por esse número.

Valor do Bolsa Família

O grupo familiar que tiver a renda média de R$ 89,00 por pessoa, tem direito de receber o benefício. As famílias que tiverem uma renda médio de até R$ 177,00 também tem direito ao benefício, mas para isso, é necessário que tenham filhos entre 0 e 17 anos.

Valor do Bolsa Família
Valor do Bolsa Família

Abaixo você pode conferir os valores que cada família tem o direito de ganhar:

  • Benefício Básico: somente para as famílias que se encontram em situação de pobreza extrema, sendo o valor fornecido de R$ 89,00, independente do número de pessoas no grupo familiar;
  • Benefício Variável: para as famílias em situação de pobreza ou de extrema pobreza, as quais possuem em seu grupo familiar gestantes, crianças e adolescente até 15 anos e lactantes. Fornecendo o valor de R$ 41,00 por pessoa, sendo no máximo cinco nessa situação. É possível que esse benefício seja acumulado com o básico;
  • Benefício Variável Jovem: para as famílias da mesma situação a anterior, que tenham no grupo familiar adolescente entre 16 e 17 anos de idade matriculados na escola. Fornecendo a esses o valor de R$ 49,00, sendo no máximo duas pessoas por família;
  • Superação de Pobreza Extrema: nesta situação, é possível receber um benefício por grupo familiar. Sendo o cálculo realizar de acordo com a renda per capita da família e os benefícios que já foram recebidos.

O que Fazer ao Constatar Irregularidades?

IrregularidadePara analisar se alguém está recebendo irregularmente o Bolsa Família 2019, basta realizar a consulta pública do programa e conferir a lista de beneficiários. Caso você constate alguma irregularidade, é possível denuncia-la, para isso, ligue para a gestão municipal ou para o Telefone do Bolsa Família.

  • O número que deve ser utilizado para denúncias é o seguinte: 0800 707 2003.

É extremamente importante que você denuncie, pois, o cidadão que está recebendo o benefício de forma irregular, está tirando a chance de outras pessoas que realmente necessitam do Bolsa Família para ter uma situação de vida melhor e digna.

Conversor Digital Gratuito

Com objetivo de melhorar a qualidade de imagens oferecidas em território brasileiro, o Governo Federal, por meio do Ministério das Comunicações, juntamente com as empresas de telecomunicações vem anunciando há alguns tempos o desligamento do sinal analógico. No mesmo período, também vem sendo noticiado o oferecimento do conversor digital gratuito as famílias beneficiárias de programas sociais.

Conversor Digital Gratuito
Conversor Digital Gratuito – Como solicitar a antena Digital do Bolsa Família

Desta forma, evitando que essas mesmas famílias não comprometam sua renda familiar ao comprar um aparelho televisor que recepcione o sinal digital. Então, quer se saber um pouco mais sobre o conversor digital gratuito? Leia o artigo abaixo e informe-se!

O que é Conversor Digital Gratuito

O Conversor Digital Gratuito é um aparelho que faz parte do pacote de equipamentos distribuído de forma gratuito pelo Governo Federal às famílias de baixa renda beneficiárias de programas sociais. Desta forma, as mesmas poderão preparar suas residências para receber esse sinal digital.

O Conversor Digital Gratuito começou a ser distribuído no segundo semestre de 2016. Desde então, vem despertando o interesse destas famílias que não possuem renda para comprar um conversor ou uma televisão que recepcione o sinal digital. O KIT TV Digital está sendo mais requisitos pelas famílias residentes nos estados onde o desligamento do sinal digital já é realidade, como, por exemplo, São Paulo e Rio de Janeiro. A expectativa é que o aparelho gratuito seja distribuído para mais de 14 milhões de famílias.

TV Digital Bolsa Família
TV Digital Bolsa Família

Caso não tenha um conversor digital, quando o sinal analógico for desligado, a tela do aparelho televisor irá mostrar um texto informando que o sinal analógico foi interrompido e que a programação irá continuar sendo exibida em sinal digital.

Documentos para solicitar o Conversor Digital Gratuito

Para solicitar o Conversor Digital Gratuito é necessário que o beneficiário tenha alguns documentos pessoais. Esses documentos são essenciais para concluir todo o processo de requisição desse aparelho. A solicitação do aparelho para Aparelho para TV Digita pode ser realizada de maneiras: pela internet ou telefone.

No momento da requisição do Conversor e a Antena Digital Bolsa Família, é necessário que o beneficiário tenha:

  • Cadastro de Pessoa Física (CPF),
  • ou Número de Inscrição Social (NIS).

No dia marcado para a retirada do conversor digital gratuito, o cidadão precisa estar portando algum documento de identificação original com foto e também o número do NIS, presente em documentos com o Cartão Cidadão, Cartão Bolsa família e Carteira de trabalho (CTPS).

Antena Digital Bolsa Família

As famílias pertencentes ao Bolsa Família 2020 são o alvo principal da antena digital. O Bolsa Família é um programa que possui o objetivo de retirar as famílias de situação de pobreza e extrema pobreza. Desta forma, a distribuição de antena digital visa evitar o comprometimento da renda com a compra desses aparelhos receptores de sinal digital.

Kit Conversor Digital Bolsa Família
Kit Conversor Digital Bolsa Família

Essa antena digital também é voltada para beneficiários de outros programas sociais do Governo Federal, como o Tarifa Social de Energia Elétrica e o Minha Casa, Minha Vida. É importante lembrar que os custos da instalação da antena digital do Bolsa Família são de total responsabilidade do beneficiário.